Personalize Suas Preferência!

Escolhe a cidade que você deseja como página padrão do site. Você pode mudar a qualquer momento suas preferência.

buscar
 

  • Região:São Tomé Noroeste     28-01-2019

De janeiro a meados de maio, o Brasil se torna a ‘terra’ do abacate. Isto porque, é durante o período que a colheita da fruta aumenta significativamente no país, o que a torna ainda mais acessível aos consumidores, não apenas por ser encontrada facilmente nas gôndolas do mercado, mas também pela queda significativa nos preços. Sendo assim, essa é a época do ano perfeita para comer a fruta, que é repleta de nutrientes e auxilia, através da sua gordura, na redução do colesterol ‘ruim’ (LDL) e aumento do ‘bom’ (HDL). 

            A nutricionista que atua na Secretaria de Saúde de Cianorte, Milena Costa, enumera os benefícios. “Cerca de 100 gramas de abacate tem um valor aproximado de 630 mg de potássio, teor maior que o encontrado na banana, que ajuda a evitar cãibras e equilibrar o nível de sódio no nosso organismo”, explica. “Ele também contém vitamina A, que é essencial para a visão e crescimento, além de vitaminas C, E, e do complexo B, que melhoram a imunidade, e contém propriedades antioxidantes, que atuam na prevenção de doenças”, completa.

            Segundo a profissional, uma unidade média da fruta, corresponde a, aproximadamente, 12 gramas de fibras. “Lembrando que o consumo adequado de fibras na dieta diária está associado a riscos significativamente menores de desenvolvimento de doenças coronarianas, acidente vascular cerebral, hipertensão e diabetes. Ela auxilia ainda no processo de emagrecimento, por conferir saciedade e controle do apetite, além de prevenir a constipação e manter um trato digestivo saudável”, esclarece a nutricionista.

ABACATE ENGORDA?

            Muitas pessoas acreditam que o abacate é sinônimo de quilos a mais na balança e simplesmente evitam o consumo por receio de engordar. Para a nutricionista Milena Costa a ação é um equívoco. “Quando consumida de forma equilibrada, a fruta não auxilia no ganho de peso. Pelo contrário, apesar de possuir teor elevado de calorias, a maior parte delas é proveniente de “gorduras boas”, do tipo monoinsaturadas, que trazem diversos benefícios para a saúde de quem o consome de forma equilibrada, sendo essencial para o funcionamento do corpo, como forma de prevenir doenças cardiovasculares”, revela.

COMO CONSUMIR?

No Brasil, o mais comum é consumi-lo em forma de vitamina ou com açúcar, porém existem diversas preparações saudáveis - doces e salgadas – capazes de agradar a todos os paladares. Confira algumas receitas:

*Esse conteúdo integra a Campanha “Cianorte + Saudável”, uma iniciativa da Prefeitura, por meio das Secretarias de Educação e Cultura, Saúde, Assistência Social e Agricultura e da Assessoria de Comunicação, em atendimento à um dos eixos do Plano Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (PLAMSAN).


Compartilhe com os amigos!

Deixe seu comentário