Personalize Suas Preferência!

Escolhe a cidade que você deseja como página padrão do site. Você pode mudar a qualquer momento suas preferência.

buscar
 

  • Região:Cianorte Educação     19-04-2016

Planta atrai predadores naturais que se alimentam das larvas do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

 

Na última semana, os pais dos 260 alunos da Escola Municipal Jorge Moreira da Silva receberam em casa um bilhete inusitado. Nele continham três sementes e instruções de plantio. Isto porque, a instituição de ensino está apostando em uma nova arma contra o mosquito Aedes aegypti: a crotalária, uma planta que serve de alimento para a libélula, inseto que se alimenta de larvas de mosquito, inclusive do transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Segundo a diretora da escola, Neuci Regina Moreira Gouvêa, a ação teve início com o recebimento de uma doação particular de sementes, plantadas na própria escola, que funciona juntamente com o Colégio Estadual Igléa Grollmann. “Um vídeo explicativo sobre a planta foi trabalhado em todas as turmas e, posteriormente, com uma nova remessa, conseguimos contemplar os alunos e funcionários, que estão levando as sementes para casa”, contou.

A secretária municipal de Educação e Cultura, Maria Neuza Casassa, elogiou a iniciativa. “Eliminar o mosquito Aedes aegypti é um dever de todos nós. A escola está de parabéns por transmitir esta informação aos alunos e fazer com que chegue aos seus lares e comunidades como uma medida prática”, disse.

A ação despertou o interesse de outras instituições de ensino. “Diretores e professores de outras escolas estão nos procurando para o compartilhamento desta experiência. Estamos nos colocando a disposição e colaborando para que se realize, atingindo o maior número de pessoas dentro das possibilidades de nossos doadores de sementes”, concluiu Neuci.


Compartilhe com os amigos!

Deixe seu comentário