Personalize Suas Preferência!

Escolhe a cidade que você deseja como página padrão do site. Você pode mudar a qualquer momento suas preferência.

buscar
 

  • Região:Rondon Noroeste     16-11-2017

Ivanice Carvalho da Costa morava há 17 anos em Portugal.
Ela seguia para o trabalho quando o carro passou por um bloqueio policial.

 

A polícia portuguesa matou por engano uma brasileira durante uma perseguição a uma quadrilha de assaltantes. Ivanice Carvalho da Costa morava há 17 anos em Portugal e estava indo para o trabalho.

Ivanice Carvalho da Costa tinha 36 anos. Na quarta-feira (15) de madrugada, ela saiu de casa com o companheiro. Os dois estavam de carro. Quando ele virou uma esquina, encontrou uma barreira policial.

 

O companheiro de Ivanice desobedeceu a ordem de parar e os policias atiraram. Foram mais de 20 tiros contra o carro. A polícia disse que o motorista não parou porque estava sem a habilitação e que quase atropelou os policias.

Ivanice morava há 17 anos em Portugal e fazia o mesmo trajeto todos os dias para chegar à loja onde trabalhava como gerente no aeroporto.

 

A polícia disse que estava atrás de dois bandidos que tinham acabado de roubar um caixa eletrônico. Na perseguição, achou que o carro do casal era o dos bandidos. Um inquérito foi aberto para investigar a morte da brasileira.

Em nota, a embaixada do Brasil em Lisboa disse que lamenta a morte de Ivanice e que prestará todo apoio à família. A embaixada disse também que acompanha atentamente as investigações.

 

Ivanice nasceu em Amaporã, no noroeste do Paraná. A mãe dela ficou sabendo da notícia pela irmã, que também mora em Portugal. Ela disse que a família não tem dinheiro para trazer o corpo da filha para o Brasil.

 

“A gente queria que trouxesse, né? Já que a culpa é deles, do governo, do estado, que eles me mandem minha filha. Eu queria minha filha aqui. Pelo menos isso, né?”, diz Maria Luzia Silva Carvalho da Costa.

 

Como estava sem habilitação, o companheiro de Ivanice foi preso. Os bandidos do assalto ao banco conseguiram fugir.


Compartilhe com os amigos!

Deixe seu comentário