Personalize Suas Preferência!

Escolhe a cidade que você deseja como página padrão do site. Você pode mudar a qualquer momento suas preferência.

buscar
 

  •   João Polippo
  • Noticias postada em: Brasil     14-11-2016

O marido da dona de casa Claudinéia da Conceição Ramos, de 29 anos, é suspeito de matá-la com ao menos 17 facadas após uma briga devido a cobertores sujos. O crime aconteceu na zona rural de Capixaba, no interior do Acre, na noite de domingo (13).
A família acusa o marido e diz que os filhos do casal, de cinco e dez anos, testemunharam o crime.


Ao G1, o delegado José Barbosa de Moraes, responsável pelo caso, informou que o marido é o principal suspeito e foi preso. O homem também ficou ferido durante a briga e, por isso, foi encaminhado ao hospital e ainda não prestou depoimento.


Familiares da vítima estiveram no local. Segundo a irmã de Claudinéia, que preferiu não ser identificada, os dois teriam iniciado uma briga por causa de alguns cobertores sujos e o marido pegou uma espingarda. A vítima conseguiu desarmar o homem e mandou os filhos correrem para fora da casa. Nesse momento, ela teria sido esfaqueada.


"O filho de dez anos contou que a mãe desarmou o pai e bateu nele com a espingarda. Não sabemos muita coisa, pois moro em outro local. O cunhado dela, que mora lá perto, é que percebeu a situação, mas quando chegou era tarde. Mesmo que ele [marido] minta, não vai adiantar porque ninguém esfaqueia uma pessoa 17 vezes por engano", lamenta a irmã da vítima.

 

Fonte:g1


Compartilhe com os amigos!

Deixe seu comentário