Personalize Suas Preferência!

Escolhe a cidade que você deseja como página padrão do site. Você pode mudar a qualquer momento suas preferência.

buscar
 

  •   João Polippo
  • Região:Tapejara Noroeste     12-05-2016

Por Marcia Santos
Jornalista PMPR

O Comando-Geral da Polícia Militar do Paraná lamenta a morte do cabo Reginaldo Rodrigues Monteiro, de 40 anos, e decreta luto oficial de três dias a contar desta quinta-feira (12/05). O militar estadual sofreu um acidente de trânsito na noite desta quarta-feira (11/05), no município de Tapejara (PR), na PR 323, durante uma atividade da Rondas Ostensivas Tático Móvel (ROTAM) da 4ª Companhia do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv). O luto foi determinado pelo Comandante-Geral da PM em exercício, coronel Arildo Luis Dias.

 


"A Polícia Militar do Paraná perde mais um integrante, mais um irmão de farda, que diariamente lutou no combate à criminalidade, e inclusive, acabou perdendo a vida, durante realização de serviços pela proteção da comunidade. Pedimos a Deus que conforte a família deste bravo guerreiro, para que ela compreenda os desígnios e consiga lutar neste momento difícil", pede o o Coronel Arildo.



De acordo com informações da 4ª Companhia do BPRv, unidade de trabalho do polícia militar, por volta de 22 horas desta quarta-feira, o cabo estava de serviço e no km 258 + 310 metros em Tapejara (PR), a equipe policial desembarcou para montar a sinalização a fim de fazer abordagens aos motoristas. 



O cabo estava sobre a faixa central da via quando um caminhão bi-trem trafegava sentido à Cruzeiro do Oeste passou e provocou um deslocamento de ar que fez com que o policial fosse arremessado para a outra pista de rolamento, momento pelo qual outro bi-trem passou e atropelou o militar estadual. 



Os outros policiais que estavam no local rapidamente acionaram uma equipe de emergência, mas o cabo Rodrigues acabou entrando em óbito no local. Após os procedimentos, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) da região. Os dois caminhões envolvidos no acidente foram encaminhados ao pátio do Posto Rodoviário de Cruzeiro do Oeste. Já os motoristas foram conduzidos à delegacia local para prestar depoimento.
 


O policial tinha 19 anos de serviço na Polícia Militar, todos servindo na 4ª Companhia do BPRv. Ele deixa esposa e filhos, um deles policial militar que trabalha na mesma unidade, e outro que atua como árbitro de partidas de futebol. 
 


Em solidariedade à situação, o Comandante da 4ª Companhia, capitão Rodrigo Girotto, foi até a casa da família, em Campo Mourão (PR), para prestar condolências e auxiliar nas questões do sepultamento. O Comandante do BPRv, major Valdir Carvalho de Souza, também deslocou-se para a região a fim de prestar homenagens.



“O cabo Rodrigues prestava serviço na ROTAM e era um excepcional profissional, atuou em diversas operações, inclusive da Operação Verão, tinha uma conduta exemplar, considero uma perda irreparável para nossa instituição. Estamos prestando condolências à família e faremos todas as honras previstas para homenageá-lo”, disse o Comandante do BPRv, major Carvalho.



O velório será a partir de 16 horas na Capela do Prever, em Campo Mourão (PR). O enterro está marcado para às 9 horas de sexta-feira (13/05), no Cemitério Municipal da mesma cidade.


Compartilhe com os amigos!

Deixe seu comentário