Personalize Suas Preferência!

Escolhe a cidade que você deseja como página padrão do site. Você pode mudar a qualquer momento suas preferência.

buscar
 

  • Região:Cianorte Noroeste     23-03-2017

Segundo o gestor, Cianorte está livre da dengue e de outras doenças graças ao excelente desempenho dos profissionais

 

           CIANORTE: De imóvel em imóvel, faça sol ou chuva, eles percorrem quilômetros. Com os olhos atentos, vistoriam residências, terrenos baldios e estabelecimentos comerciais. Para garantir a inspeção, muitas vezes, lidam com o desacolhimento, enfrentam cachorro bravo e improvisam escaladas. Todo local ou recipiente capaz de acumular água é verificado: desde uma tampinha de garrafa no chão até os ocos em troncos de árvores. Essa é a rotina dos Agentes de Combate às Endemias na eliminação de focos e possíveis criadouros do Aedes aegypti em Cianorte.

            Um trabalho que, segundo o prefeito Bongiorno, tem dado resultado. “Em 2016, após passar por três anos seguidos de epidemia de dengue, nosso município conseguiu baixar os índices e fechou o período com 77 pessoas acometidas pela doença. Já em 2017, até o momento, não registramos nenhum caso e, acredito, que isso se deve ao desempenho de nossos agentes, que não medem esforços para erradicar o mosquito transmissor, bem como para conscientizar a população e envolvê-la com a causa”, afirmou.

            Para o prefeito, o combate ao transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela representa um grande desafio para todos os gestores e profissionais de saúde. “É uma luta diária, contínua e que não pode parar. No entanto, sabemos que o apoio individual, ou seja, de cada cianortense fazendo sua parte, ainda não é o suficiente para nos manter livres do mosquito, pois apesar de não termos casos da doença, nesses três meses, um número expressivo de focos tem sido destruído pelos nossos agentes, que atuam como verdadeiros heróis e, aos quais, expresso reconhecimento”, disse.

           


Compartilhe com os amigos!

Deixe seu comentário