Personalize Suas Preferência!

Escolhe a cidade que você deseja como página padrão do site. Você pode mudar a qualquer momento suas preferência.

buscar
 

  •   João Polippo
  • Região:São Tomé Noroeste     20-12-2016

O departamento de saúde de São Tomé recebeu no ultimo dia (15) o selo Bronze em qualidade no atendimento.

A premiação feita pelo governo do estado serve para valorizar o bom trabalho feito no setor da saúde nos municípios.

A solenidade de entrega aconteceu na câmara municipal da cidade e contou com a presença de diversas autoridades.

 

Vera Lucia Garcia chefe do departamento, iniciou agradecendo as autoridades presente e as pessoas que colaboram para a certificação.

“Hoje estamos aqui para receber o selo bronze....mas ninguém consegue nada sozinho, esse selo e fruto do esforço de toda a equipe de saúde do município....o selo bronze e o agradecimento ao trabalho que vem sendo feito pelas nossas equipes” Disse vera.

 

Adriana Batista Gonçalves chefe da 13º regional de saúde, falou da importância do premio.

E dos desafios que foram vencidos para alcançar a premiação, segundo ela Marabá e São Tomé foram, os dois municípios premiados até o momento na região.

 

“No primeiro momento nos fizemos às oficinas, onde todos os profissionais de saúde participaram e agora algumas unidades foram premiadas....chegamos até aqui, mas precisamos manter essa qualidade...eu quero vir aqui entregar o selo bronze e o selo ouro e só tenho dois anos para fazer isso” disse Adriana.

.

ATENDIMENTO BÁSICO –

O secretario da saúde, Caputo Neto afirma que o fortalecimento da rede básica traz uma série benefícios para todo o sistema de saúde. “Estima-se que 70% dos problemas de saúde da população possam ser resolvidos na atenção primária. Por isso, já aplicamos mais de R$ 530 milhões no setor, sobretudo na ampliação da infraestrutura dos municípios”, ressaltou.



Das 1.814 unidades de saúde existentes no Paraná, 524 participam do projeto de tutoria. Todo o trabalho é orientado e acompanhado por profissionais das regionais de saúde. A ideia é aprimorar a gestão da qualidade dos serviços prestados, através de mudanças no modelo de gerenciamento de riscos, processos e resultados.

Para o superintendente de Atenção à Saúde, Juliano Gevaerd, a concessão dos selos é feita justamente para reconhecer o grau de qualidade atingido pelas unidades de saúde. “Dividimos em selo ouro, prata e bronze, de acordo com o nível de exigência da nossa avaliação. Para conquistá-los, é preciso que a equipe se envolva totalmente e atue de forma efetiva em prol da segurança e eficiência dos serviços”, explicou.


NÚMEROS – De 2014 até agora, pelo menos 39 unidades de saúde já receberam o selo bronze. Em diversas regionais de saúde, o processo de avaliação ainda está em andamento e pode conceder mais 174 selos. Dentre eles estão cinco selos prata para unidades de saúde da região de Maringá. Eles serão os primeiros a alcançarem este nível de qualidade no Paraná.



Para receber a premiação o departamento de saúde de cada município, precisa atender o questionário com 105 perguntas citando vários resultados nos atendimentos. Depois o questionário e analisado pela secretaria do estado e acompanhado pelo ministério da saúde.


Compartilhe com os amigos!

Deixe seu comentário